quarta-feira, 8 de junho de 2011

DIREITO A ESCRAVAS SEXUAIS?????

Hãããã??? Leia e fecha a boca!

Homens deveriam ter direito a possuir escravas sexuais no Kuwait, e a atividade poderia ser exercida por mulheres não muçulmanas que se encontram presas no país. Que tal a ideia? Pois saiba que ela foi defendida por uma mulher: Salwa al-Mutairi, política, ativista islâmica e apresentadora de TV local.
Salwa acredita que, ao comprar uma (ou mais) escrava sexual "importada", o homem se mantém decente, viril e devotado à sua mulher, evitando ser seduzido pelo adultério.
A política defende até que o Kuwait importe prisioneiras de guerra para atuarem como escravas no país, noticiou o "Daily Mail".
Segundo Salwa, a atividade de escrava seria até boa para as mulheres, pois elas evitariam morrer de fome.
"Não há vergonha alguma nisso", disse a política.
O governo, acrescentou Salwa, deveria abrir escritórios para a contratação de escravas no mesmo molde daqueles que servem para selecionar empregadas domésticas.
A política deu, como exemplo, Haroun al-Rashid, líder muçulmano do século VIII que governava com sucesso uma área que atualmente equivale a Irã, Iraque e Síria e que teria tido 2.000 concubinas.

6 comentários:

Lúcia Klein disse...

que é isto? e ainda vindo de uma mulher que pelo que ela fz deve ter minimo de inteligência - e depois diz que é par evitar adultério- mas isto não é adultério, pior estupro - escravidão , prostituição por obrigação- coitadas desta mulheres - - credo
bj
lu

Betty Gaeta disse...

Oi Rose,
Não dá nem para criticar, pois a visão delas é muito diferente da nossa. Lá uma mulher é comparada a um animal de estimação e para um animal de estimação se o dono é bom, ele está bem, mas se o dono é ruim, ele está perdido. Tem mais, como um animal de estimação ela não tem como reclamar do dono e ele pode ter mais de um animal de estimação.
Bjkas e uma noite maravilhosa para vc.

www.gosto-disto.com

Carol Balan disse...

Olá, acabei de chegar por aqui e estou boquiaberta até agora com essa postagem!! Tudo bem que a cultura é outra, mas olha... é bem difícil de acreditar que isso seja possível!! Tendo uma escrava o homem não comete adultério... gostaria de saber o que é adultério na crença deles!
Abraço!

Carol
www.umcoracaodemae.blogspot.com

Lenita Vidal disse...

Ah sim... ela deveria dar o exemplo, servindo esses homens como escrava, de chamariz para alguma mulher que por ventura se interessar!
Fácil né?
Na posição dela (politica e apresentadora), está longe de sofrer esse tipo de barbaridade, as outras que se virem pra servir seus maridos.
Mesmo sendo outra mentalidade, como disse a amiga Betty, note que ela quer mulheres não muçulmanas...
Será que ela pensou o inverso disso, se fosse o contrário, mulheres muçulmanas escravas sexuais?
Prefiro morrer fome e morrer!
Sem comentário!
Beijos,
Lenita

Carol Balan disse...

Então Rose!! É muito estranho pensar que ter uma escrava sexual não é considerado adultério!! Vai entender... mas a explicação deve ser boa, porque até a mulher aí da política acha que é bom!! hehe

cris disse...

Sinto muito se pareço preconceituosa, nesse caso sou sim.
Não aceito nenhum regime ou religião que coloque as mulheres em posição inferior, como propriedade dos homens ou lhes negue posição de cidadã, com os mesmos direitos e deveres dos homens, não suporto. Nem mesmo a tese de que é para sua proteção é válida. E nem me venha falar em respeito a cultura ou crença, nenhuma cultura ou crença tem direito de susbjulgar ninguém.